Nenhum comentário

Bitcoin sustenta alta após Rússia sugerir exportações com BTC; altcoins acompanham e mercado ganha US$ 77 bi

Compartilhe

O mercado de criptomoedas estende ganhos e ruma para mais uma semana positiva após o Bitcoin (BTC) ultrapassar os US$ 44 mil em meio ao possível uso da moeda digital com meio de troca para exportações de petróleo russo.

O presidente do câmara dos deputados da Rússia, Pavel Zavalny, sugeriu durante uma entrevista coletiva que o BTC poderia ser aceito como pagamento pelas exportações da commodity e outros recursos do país.

Os comentários reforçaram a tese de que Bitcoin é útil como meio de troca que não está sujeito a organizações financeiras centralizados. Também reacendeu a ideia de que o país poderá usar criptomoedas para driblar sanções econômicas impostas como consequência da guerra contra a Ucrânia.

Nesta manhã, o BTC sustenta o patamar alcançado na tarde de ontem, de US$ 44.109. Em 24 horas, os ganhos são de 2,7%. Já o Ethereum (ETH) avança para 3,1%, para US$ 3.136.

As criptomoedas também receberam um impulso adicional quando Larry Fink, CEO da BlackRock, confirmou que a maior gestora de ativos do mundo está considerando oferecer serviços de ativos digitais.

Fink citou o crescente interesse dos clientes em torno das moedas digitais em uma carta aos acionistas na quinta-feira. Os comentários contrariaram sua avaliação em julho do ano passado, quando disse que não via muita demanda por ativos digitais.

Em entrevista ao CoinDesk, o co-diretor administrativo da The Strategic Funds, Marc Lopresti, disse que a importância dos comentários de Fink e o crescente interesse de grandes investidores institucionais não podem ser “exagerados”.

“Esta é uma tendência que começou em janeiro do ano passado pela maioria das contas, e esse ritmo contínuo de adoção – aceitação pelas finanças tradicionais dos bancos por meio de empresas de gestão de patrimônio, corretoras, gestores de ativos – é absolutamente uma tendência que catalisou e impulsionou muito de ação de preço que vimos no Bitcoin e outras criptos no ano passado”, disse Lopresti.

“A adoção institucional de uma nova classe de ativos quase sempre leva à valorização do preço e do valor no curto e médio prazo e 99% das vezes no longo prazo”, avaliou.

O otimismo se espalha mais uma vez para altcoins, que voltam a subir nesta manhã, com destaque novamente para o Axie Infinity (AXS). A cripto do jogo play-to-earn (jogue para ganhar) tem alta de 16,4% em relação ao mesmo horário ontem. Como resultado, o mercado de criptomoedas já soma mais US$ 77 bilhões ao valor de mercado em poucos dias após retomar os US$ 2 trilhões.

Sinais do mercado pintam um cenário misto a partir de agora. De um lado, investidores seguem na expectativa de uma compra de US$ 3 bilhões em Bitcoin pelo tesouro da Luna Foundation, que administra as garantias da stablecoin Terra USD (UST).

A moeda estável vem tendo forte adoção por oferecer cerca de 20% de retornos anuais em um protocolo DeFi chamado Anchor, em produto que opera como uma espécie de renda fixa em cripto.

“Provavelmente, há de US$ 3 a US$ 7 bilhões em lances por trás da compra de dois bilhões de stablecoins. Não deve ser menosprezado o quão enormes são as compras à vista conhecidas”, escreveu ontem no Twitter Zaheer Ebtikar, da Split Capital.

Além disso, projetos de blockchain seguem a todo vapor, reduzindo o temor de um “inverno cripto” mais prolongado. Um dos destaques é a Cardano (ADA).

“Os endereços por indicador de retenção mostram um acúmulo crescente em todos os grupos. Endereços com 10 a 100 ADA e com 100 mil a 1 milhão de ADA aumentaram seu saldo em 12% e 11% em 30 dias”, disse a empresa de análise IntoTheBlock.

Já na conferência Avalanche Summit, do projeto Avalanche (AVAX), que acontece até domingo (27) em Barcelona, na Espanha, participantes relataram um clima geral positivo.

“Há muita empolgação sobre NFTs, pontes de cadeia cruzada e projetos DeFi. Os investidores institucionais estão bem representados. É comum encontrar VCs (venture capital) que investiram em vários projetos Ethereum e Solana no passado, mas são novos no Avalanche”, disse Ilan Solot, sócio do Tagus Capital Multi-Strategy Fund.

De outro lado, a volatilidade implícita do Bitcoin (expectativa do mercado em relação a um movimento) continuou a cair, estendendo o que foi visto após a reunião do Federal Reserve e sinalizando um viés persistente para vender opções.

A métrica que mostra o desvio de opções de compra (call) e venda (put) continuou a mostrar uma preferência por puts, ou opções que oferecem proteção contra quedas de preço.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h15:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC) US$ 44.109,08 +2,7%
Ethereum (ETH) US$ 3.136,89 +3,1%
Binance Coin (BNB) US$ 413,99 +1,1%
XRP (XRP) US$ 0,835676 +0,0%
Cardano (ADA) US$ 1,13 -0,4%

 

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Axie Infinity (AXS) US$ 72,49 +16,4%
Quant (QNT) US$ 144,73 +14,5%
Xido Finance (XIDO) US$ 38,39 +12,3%
Convex Finance (CVX) US$ 23,53 +11%
Aave (AAVE) US$ 173,34 +10,2%

 

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Humans.ai (HEART) US$ 0,04593661 -11,4%
Radix (XRD) US$ 0,148924 -8%
Juno (JUNO) US$ 28,28 -6,5%
ApeCoin (APE) US$ 13,25 -3,6%
Dogecoin (DOGE) US$ 0,134812 -3,6%

 

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETF Preço Variação
Hashdex NCI (HASH11) R$ 38,10 +3,95%
Hashdex BTCN (BITH11) R$ 50,40 +2,64%
Hashdex Ethereum (ETHE11) R$ 44,27 +2,24%
Hashdex DeFi (DEFI11) R$ 42,38 +5,95%
QR Bitcoin (QBTC11) R$ 13,39 +3,79%
QR Ether (QETH11) R$ 10,95 +3,79%
QR DeFi (QDFI11) R$ 7,47 +3,89%
Você Tomaria A Vacina do Covid-19 Mesmo Sabendo Que Pode Morrer?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu