Nenhum comentário

Homem é preso por suborno a PRF após ser preso por embriaguez BR324

Compartilhe

Policiais rodoviários federais prenderam na noite desta segunda-feira (08), na BR 324 em Capim Grosso (BA), um homem de 69 anos que ofereceu dinheiro para não ser multado.

A ação iniciou-se durante fiscalização de rotina no Km 356 da rodovia e os PRFs deram ordem de parada a uma motocicleta Honda/CG 125 Titan, de cor verde

Ao se aproximarem para os procedimentos de abordagem, os policiais perceberam que o condutor da moto apresentava sinais nítidos de embriaguez como dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito.

Foi realizada uma consulta nos sistemas informatizados da PRF e constatado que a motocicleta estava com o licenciamento atrasado. O homem foi convidado a fazer o teste do etilômetro, porém ele negou-se a soprar o ‘bafômetro’.

Em seguida, foi iniciado os procedimentos de recolhimento do veículo para o pátio, foi quando o motociclista se dirigiu ao policial com a cédula de 50 reais e falou: “toma aí, toma aí, para me deixarem ir embora”. Ele ofereceu o dinheiro mais de uma vez no intuito de não ser fiscalizado, ocasião em que o policial deu voz de prisão ao motociclista.

Evidenciado o crime de corrupção ativa o homem foi conduzido à Delegacia da Polícia Judiciária para lavratura do flagrante e demais procedimentos.

O crime de corrupção ativa está previsto no art. 333 do Código Penal e consiste no ato de oferecer, vantagem, qualquer tipo de benefício ou satisfação de vontade, que venha a afetar a moralidade da Administração Pública. Só se caracteriza quando a vantagem é oferecida ao funcionário público.

Você Tomaria A Vacina do Covid-19 Mesmo Sabendo Que Pode Morrer?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu