Nenhum comentário

Bitcoin à adesão da BlackRock; Meta faz token disparar 60% Veja

Compartilhe

Em recuperação a uma queda na noite de ontem, o Bitcoin (BTC) volta a ser negociado acima dos US$ 23 mil na manhã desta sexta-feira (5), na tentativa de fechar o primeiro dia positivo da semana. Às 7h, a criptomoeda era negociada a US$ 23.153, em alta de 1,2% nas últimas 24 horas, e cerca de 3% acima dos US$ 22.500 atingidos menos de 12 horas atrás.

O Ethereum (ETH) segue na mesma toada e avança 2,5% hoje, para US$ 1.663, após chegar a cair para US$ 1.588 ontem. Analistas veem os movimentos como positivos porque sustentam níveis considerados importantes para manter viva a chance de mais valorização no curto prazo.

Apesar da retomada rápida do Bitcoin na madrugada, a moeda digital decepcionou quem esperava por um salto na esteira da notícia de que a gigante BlackRock começará a oferecer negociação de BTC para clientes institucionais, em parceria com a Coinbase.

Barry Silbert, do Digital Currency Group, dona da Grayscale, maior gestora de ativos digitais do mundo, afirmou estar “surpreso que o preço do BTC não mudou com essa notícia. É um divisor de águas”, em uma publicação no Twitter.

A reação pouco empolgada dos mercados seria consequência da declaração de Loretta Mester, presidente do Federal Reserve do estado de Cleveland, nos EUA, de que o Fed deverá levar a taxa de juros, possivelmente, para mais de 4%.

Já a Coinbase, cujas ações chegaram a disparar 31% na Nasdaq após o anúncio do acordo com a BlackRock, também sentiu o baque na sequência e fechou a sessão em alta de 11%. “Foi um clássico short squeeze técnico”, afirmam analistas da empresa S3 Partners, que rastreia dados sobre empréstimos de ações, em relatório.

Short squeeze é um termo do mercado financeiro que se refere à subida repentina de um ativo, provocando a liquidação de posições vendidas, ou seja, que apostavam na queda.

De qualquer modo, a recuperação das principais criptos na manhã de hoje ajuda a dar novo fôlego para as altcoins. O melhor resultado com folga é o da Flow (FLOW), que dispara 60% no acumulado das últimas 24 horas após a Meta, dona do Facebook, anunciar a expansão internacional de seu recurso de colecionáveis ​​digitais no Instagram.

Os ativos também poderão ser emitidos na blockchain Flow, que é desenvolvida pela Dapper Labs, empresa responsável pelo projeto NBA Top Shot, um dos mais bem-sucedidos do ramo de NFTs.

O salto começou ainda ontem, quando o criptoativo saltou 35%. A aposta no token cresceu tanto a ponto dos valores em posições de futuros de cripto na  exchange Binance dispararem 345% em questão de horas.

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC) US$ 23.153,28 +1,2%
Ethereum (ETH) US$ 1.663,08 +2,5%
Binance Coin (BNB) US$ 319,32 +3,5%
XRP (XRP) US$ 0,374674 +1,4%
Cardano (ADA) US$ 0,512638 +2,1%
Você Tomaria A Vacina do Covid-19 Mesmo Sabendo Que Pode Morrer?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu